Dia das Mães: conheça a história por trás da data comemorativa

NOTÍCIAS

09/05/2021
Dia das Mães: conheça a história por trás da data comemorativa
Biguaçu Transportes - Biguaçu Transportes Coletivos

Conheça a história do Dia das Mães e como a data chegou até o Brasil. 

- Qual é a origem histórica do Dia das Mães?
- Quem foi Ann Jarvis?
- Criação da data comemorativa nos Estados Unidos;
- Dia das Mães no Brasil.

 

Qual é a origem histórica do Dia das Mães? 

A data comemorativa tem seus primeiros indícios na Roma Antiga. De acordo com historiadores, os romanos prestavam homenagens à deusa Cibele, mãe de todos os seres. Essa prática, posteriormente, espalhou-se pelos territórios da Grécia, onde a deusa passou a ser conhecida pelo nome de Reia. 

Tanto os gregos quanto os romanos, em suas celebrações, ofereciam presentes e prestavam homenagens à sua respectiva deusa. A diferença é que a festa em Roma durava cerca de 3 dias, geralmente comemorados entre os dias 15 e 18 de março. 

Com o passar dos séculos, a celebração sofreu diversas mudanças. Nos primórdios do cristianismo, a data celebrava a vida de Virgem Maria, mãe de Jesus Cristo. Já na Inglaterra do século XVII, os filhos que trabalhavam longe de casa ganhavam um domingo de folga para visitar suas mães. 

Essa prática, que ficou conhecida como “Domingo das Mães”, tinha por tradição entregar presentes às mães durante as missas celebradas no mesmo dia, costume muito parecido com o que temos atualmente. 

 

 

Quem foi Ann Jarvis? 

O Dia das Mães que conhecemos é uma criação que remonta ao começo do século XX nos Estados Unidos. A data foi idealizada por Anna Jarvis, em homenagem à sua mãe, Ann Jarvis

Ann Maria Jarvis nasceu no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 30 de setembro de 1832. Após se casar com Granville Jarvis, ela se mudou para o estado da Virgínia Ocidental e passou a se dedicar a ações sociais no local onde vivia.

Sua atenção era voltada à instituição “Clube de Trabalho do Dia das Mães'', que tinha como objetivo melhorar as condições sanitárias da população da Virgínia Ocidental. Jarvis cuidava da saúde das pessoas e conscientizava as mesmas sobre a importância de se ter uma boa higiene em casa para evitar a proliferação de doenças.

Com o início da Guerra Civil Americana, considerada como o pior conflito da história dos Estados Unidos em questão de mortalidade, Ann Jarvis passou a atuar como enfermeira no cuidado direto com os soldados feridos em combate, além de fornecer alimentos e roupas para os que necessitavam. 

Após o final da guerra, Jarvis participou de movimentos que buscavam reconciliar as pessoas que lutaram em lados opostos do conflito. Pensando nisso, ela idealizou o evento "Dia das Mães pela Amizade'', que tinha como objetivo promover novamente a fraternidade perdida entre as famílias separadas pela Guerra Civil. 

Em 1902, depois do falecimento de seu marido, e tendo pioras em seu quadro de saúde, Ann se mudou para a Filadélfia para viver perto de Anna Jarvis, sua filha, até os últimos momentos de sua vida. 

 

 

Criação da data comemorativa nos Estados Unidos 

Depois que Ann faleceu, no dia 8 de maio de 1905, Anna Jarvis entrou em profundo luto. Em 1907, Anna decidiu criar uma data comemorativa para homenagear a sua mãe e também a maternidade.

Anna Jarvis optou por celebrar o Dia das Mães no segundo domingo de maio, por ser a data mais próxima do dia em que sua mãe havia falecido. Foi assim que, no dia 10 de maio de 1908, aconteceu a primeira celebração do Dia das Mães em Grafton, Virgínia Ocidental.

O engajamento de Anna pela criação dessa data de celebração espalhou-se e, apesar de alguma resistência inicial, a proposta dela contou com muitos adeptos e começou a ganhar força pelos Estados Unidos. 

Em 1910, o estado da Virgínia Ocidental oficializou o Dia das Mães no segundo domingo de maio, e quatro anos depois, em 1914, Anna Jarvis conseguiu concretizar o seu sonho: o Congresso dos Estados Unidos, com a intervenção do presidente Woodrow Wilson, aprovou a criação do Dia das Mães e sua implantação em todo o país.

 

 

Dia das Mães no Brasil

Após estes eventos, a data espalhou-se pelo mundo todo, chegando até mesmo ao Brasil, devido à forte influência da cultura norte-americana no país. A oficialização da data foi realizada durante o Governo Provisório de Getúlio Vargas, a partir do Decreto nº 21.366, de 3 de maio de 1932

Embora a data oficial tenha sido criada apenas na década de 30, o primeiro registro da celebração que se tem conhecimento em nossas terras aconteceu no dia 12 de maio de 1918, em Porto Alegre, na Associação Cristã dos Moços do Rio Grande do Sul.

Assim como nos Estados Unidos, o Brasil também instruiu que a data fosse celebrada no segundo domingo do mês de maio

A celebração é considerada de extrema importância para os brasileiros, pois a data ressalta todo o amor, carinho e dedicação que as mães têm com seus filhos. 

Com certeza você sabe de alguém que gostaria de conhecer essa linda história de amor entre mãe e filha, por isso, compartilhe este artigo para essa pessoa especial. 

 

 

Biguaçu Transportes Coletivos deseja à todos um ótimo dia das mães

A Biguaçu Transportes Coletivos quer estar sempre próxima e atenta aos seus usuários, e por isso, neste dia, deseja à todos os brasileiros um feliz dia das mães. Acompanhe as nossas redes sociais para ficar por dentro de tudo: Instagram, Facebook, LinkeIn e Twitter.

Fique ligado(a) também no nosso site e nas publicações que realizamos nos status do nosso WhatsApp (48) 3954-7200 para avisos urgentes a respeito de obras, atrasos em linhas e demais informações. 

Biguaçu Transportes: desde 1947 fazendo parte da sua história.